11.2.07

P.182: Agora que passou...

Devo ter um ar esclarecido. É só o que posso concluir, depois de ter conseguido passar por esta campanha de tantos movimentos cívicos, e com participação de partidos, sem que nem uma só alma se me tenha dirigido para tentar aumentar-me o conhecimento. É disso que deve fazer-se uma campanha para um referendo destes, ou estarei enganada? Informação, esclarecimento, princípios, realidades, avaliação dos perigos, medição de consequências…

Não vi isso e, como tal, não posso concordar com os elogios ao civismo e elevação da campanha!
Tive talvez azar. É que a mim só me coube ver gente ridiculamente envergando t-shirts sobre roupas mais quentes, algumas de estranhos dizeres (Vota Não. Jesus ama-te.)!!!, bonés, bandeiras. Ver grupos com música, ar de festa e balões!! Deambulando e proferindo, aqui e ali, algumas banalidades.
Coube-me, também, nos breves instantes de conferir resultados nos telejornais desta noite, ver sorrisos de triunfo, palmas, assobios e quase jurava que ouvi alguém gritar um “bis!”...

Perante uma realidade feia e incontornável, nenhum resultado deve ser motivo de festa, mas uma responsabilização para os defensores de ambos os lados.
Espero que a “grande mobilização cívica” não se extinga ao último rufar de tambor desta festa sem razão…

5 Comments:

Blogger -pirata-vermelho- said...

Você tem visto para viver cá? É qu'isto aqui não é terra de gente d'olhar transparente. Não admira o seu estranhamento...
mas!
poucos a irão entender.

"enfin, merde!...", comm'on disait en suède.

fevereiro 11, 2007 11:04 da tarde  
Anonymous unicus said...

Não posso deixar de concordar contigo. Não há lugar ao júblilo. penso que se fez a melhor opção e deixar que seja a consciência a fazer as escolhas. A lei a sair deve ter em linha de conta uma série de coisas, nomeadamente a educação. Tudo por cá, se reduz a um problema educacional e/ou cultural.
Beijos

fevereiro 12, 2007 10:29 da tarde  
Blogger adesenhar said...

na "mouche"

concordo contigo.

"Agora que passou..."
será que passou!

d:-)

fevereiro 13, 2007 12:26 da manhã  
Blogger Maria Manuel said...

Falava da passagem da campanha...

Mas começam já coisas a desagradar-me: parece que não haverá aconselhamento prévio obrigatório...! :-( E devia, seguido de um pequeno período de reflexão.

fevereiro 13, 2007 9:17 da tarde  
Blogger M. said...

Dou-te razão. Foi horrível.

fevereiro 23, 2007 12:43 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home