22.12.06

P.148: Feira de Natal

A época é de Natal, em princípio pacífica e solidária. Mas os hábitos das pessoas vão num sentido tal, que tornam a vida nestes dias num inferno para todos! Circular de carro em certas zonas dos centros urbanos é agora ainda mais difícil, fazer um simples abastecimento de víveres para a semana pode tornar-se num teste à paciência! A crise talvez tenha reduzido o volume e o custo das compras, mas não diminuiu a azáfama. Até talvez tenha tido o efeito perverso de obrigar a muitas procuras, para fazer coincidir o presente “ideal” com o preço que é possível pagar. A observação dos clientes numa grande loja, mal olhando os produtos antes de verificar o preço, fez-me lembrar os tempos jovens em que as saídas para jantar fora implicavam conferir na ementa, não os pratos, mas os preços, ou pelo menos estes antes daqueles! :-)
Ter saudades dos Natais da infância é comum a quase todos nós e muito natural. Mas não é só a magia, a família maior e a tradição mais pura que recordo. É sobretudo a paz e a alegria sem histerismos que se vivia. Nem as antecedências decorativas de hoje, nem a profusão de enfeites, nem os atropelos de gente. Abundantes só mesmo as terrinas das rabanadas, as travessas de aletria, de creme e de arroz doce e as fritinhas de calondro que haviam de durar quase até ao Ano Novo e que todos, novos e velhos, comíamos despreocupadamente, sem cuidar de quantidades nem de calorias!

5 Comments:

Blogger adesenhar said...

lol

o inevitável regresso aos Natais da infância...
nessa altura ninguém ligava ás calorias!
bons tempos :-)))

aproveito para desejar as Boas Festas.

:-))))

ops
atenção ás calorias
:-)))

dezembro 22, 2006 5:09 da tarde  
Blogger bettips said...

Saudade sim, até do que não havia e se desejava em vão. As tuas nostalgias são lindas! Abç

dezembro 22, 2006 7:07 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Recordar..não é viver, é parar o tempo..

Noutros tempos..com mais tempo..

Ao consoar, peço-te três segundos de reflexão..cada TRÊS SEGUNDOS morre uma criança de fome..

Gosto do que escreves..és humana..

Continuação de Boas Festas..Bom Natal..

um abraço
intruso

dezembro 23, 2006 2:26 da manhã  
Blogger JL said...

Venho deixar o desejo que o Natal deste ano seja, o mais possível, o reflexo dos valores do Presépio de há dois mil anos. João Lopes

Beijo Maria Manuel

dezembro 23, 2006 6:17 da tarde  
Blogger alexhighrise said...

it's annoying not being able to know what you're writing about because I don't speak or read your language...
and the comments you get...I wonder what they are

dezembro 24, 2006 9:18 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home