20.5.07

P.257: A vaga de calor

Na mudança das grandes estações – entrada no Verão ou no Inverno, não só, mas principalmente –, a meteorologia ganha vedetismo e vem sendo moda, desde há uns poucos anos, os meios de comunicação social convidarem “analistas especializados” (vá lá que para isto não vem o Nuno Rogeiro! Nem sei como tal…!) para virem falar das vagas de calor ou de frio, anunciarem “medidas” e fazerem os seus aconselhamentos preventivos à população. São estes que me fazem sorrir, em dias de paciência e de menor intolerância. É que os ditos conselhos são tão lapalissianos que chegam a impressionar e não convém que nos apanhem de mau humor.
No caso actual do grande calor anunciado, do que tenho ouvido, tirando a questão da importância da hidratação, que pode de facto não ser do conhecimento de alguns, tudo o resto me parece de uma gritante evidência! Deve vestir-se roupa fresca de algodão?! Não me digam! Estava mesmo a pensar usar as minhas malhas e fazendas… Deve evitar-se sair nas horas de maior calor. A sério?! Quem diria!... Deve arejar-se a casa ao fim do dia e manter as persianas fechadas nas horas de sol. Gosto mesmo destas ideias completamente inovadoras!... E o que estes, e outros tão valiosos conselhos como estes, rendem de tempo de antena?!
Enfim. É caso para dizer: como é que sobrevivemos antes dos senhores especialistas terem arranjado este extra salarial? E os antepassados…?! Mistérios…

2 Comments:

Blogger aDesenhar said...

infelizmente
assim vai este país!
:|

maio 22, 2007 2:01 da manhã  
Blogger Unicus said...

Só posso sorrir da imbecilidade colectiva que permite estes belissimos "tachos". Ou indignar-me com ela. Ou as duas coisas..

maio 22, 2007 10:43 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home