24.1.07

P.169: Centenário_I (3)



PLANALTO
Alto céu, alta luz, alta pureza.
Ascensão da granítica aspereza
Dos homens e do chão.
Guiada pela mão
Da fome insatisfeita,
A teimosa charrua da vontade
Lavra e semeia as fragas da planura.
Mas a grande colheita
É de serenidade:
A paz azul em cada criatura.


Miguel Torga

3 Comments:

Blogger Belzebu said...

As serras devem a Torga, muito do seu encanto. Ninguém como ele, as definiu e embelezou!

Saudações infernais!

janeiro 24, 2007 3:04 da tarde  
Blogger -pirata-vermelho- said...

Que bom gosto, Maria!

Siga...

janeiro 24, 2007 5:37 da tarde  
Blogger adesenhar said...

vim ppor a leitura em dia
e logo com Torga.
:-)

janeiro 25, 2007 11:59 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home