21.12.07

P.378: Presépio

Uma das características nacionais mais saudáveis é a da imaginação criativa humorística. Algo acontece e, num curtíssimo prazo, aí está a anedota certeira a denotar a atenção do povo e a sua tradição de ridendo castigat mores, tão bem aproveitada pelo nosso primeiro dramaturgo, Gil Vicente.
Em cada ano, também, uma nova versão do Presépio que vamos não tendo… Aqui fica, com o meu sorriso e a minha aprovação – embora sobre o burro deva confessar que nada sei... –, a recebida este ano:

«Este ano não vai haver presépio:
– A vaca está louca, não se segura nas patas...
– Os reis magos não podem vir porque os camelos estão no governo...
– O burro está a treinar o Benfica...
– A Nossa Senhora e o S. José foram meter os papéis para o rendimento mínimo...
– A ASAE fechou o estábulo por falta de condições...
– O tribunal de menores ordenou a entrega do menino Jesus ao pai biológico...»
(Texto enviado por Carla Maia)

2 Comments:

Blogger Spectrum said...

Minha amiga, de passagem para desejar um óptimo Natal na companhia dos entes mais queridos.
Um beijo

dezembro 23, 2007 9:38 da tarde  
Blogger JL said...

"Cada pessoa que passa pela nossa vida passa sozinha, mas não nos deixa só, porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós." Charlie Chaplin

Feliz Natal

dezembro 23, 2007 11:12 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home