22.11.06

P.121: Utopia

É a palavra a concurso esta semana.
É difícil fotografar o ainda não realizado, o sonho, a busca de uma qualquer perfeição!
Vasculhei até hoje as minhas pastas. Ensaiei mesmo algumas experiências novas. Mas acabei por decidir outra coisa...
Esta teria sido uma das possíveis. É claro que estão a ver porquê.
Teríamos, evidentemente, que esquecer ou ignorar a temperatura perfeita do armazém. O cheiro inebriante do bom vinho. A chuva pouco convidativa, no exterior. A porta, apenas encostada, a facultar a saída.
E entregarmo-nos plenamente à sugestão da obscuridade que há em cada vida, das prisões em que comprometemos as nossas liberdades, do sonho de tantos, fixado num pequeno rectângulo de luz. Era fácil, afinal! E a procura continuou...

4 Comments:

Blogger Samurai Tzu said...

Utopia:procura de um futuro ideal.Será legítima essa procura!?Como um sonho,para depois despertar para a realidade crua.
Interiores, coisas nossas,na atenção aos pormenores.
Gostei muito do texto e da fotg neste dia de chuva.beijo

novembro 23, 2006 10:30 da manhã  
Blogger Irene said...

Gostei da foto apesar de não corresponder à minha concepção de utopia.
Esse quadradinho de luz representa esperança mas ao mesmo tempo limita a grandeza de sonhos imensos.
Já agora, queres saber a foto que eu escolheria??? claro, curiosa! ok, mas eu digo: uma caravela.
Café no fds?
Beijos

novembro 24, 2006 2:50 da manhã  
Blogger Unicus said...

A utopia só o é até se realizar. A foto sugere-me sombras. Talvez nelas esteja a utopia.
Beijo

novembro 24, 2006 11:03 da manhã  
Blogger Irene said...

Concordo unicus!
A História demonstra que as utopias são a alavanca que impulsiona o fim dos limites ao conhecimento.

novembro 24, 2006 7:15 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home