6.12.06

P.134: Outras maravilhas!

Tenho participado com gosto num jogo de fotografia, simples, aliciante e despreconceituoso em que o divertimento e o desafio consistem em ilustrar com uma fotografia, de própria autoria, uma palavra por semana. As minhas escolhas, leiga que sou em matéria fotográfica, têm privilegiado a alusão, ainda que quase sempre simbólica, não imediata, ao conceito em jogo e a estética da foto, baseada em critérios impressionistas e subjectivos de gosto. Do ponto de vista técnico, a qualidade que conseguir demonstrar será, sem dúvida, acidental, a menos que tenha havido aconselhamento de certo entendido a meu lado… Por vezes a escolha é difícil – hoje em dia fotografa-se tanto e com tanta facilidade! – e obriga-me a pré-selecções e escolhas espinhosas. Foi o caso com a palavra maravilha. A eleita consta aí ao lado, no espaço da barra lateral consagrado ao Fotodicionário, mas as quatro que se seguem foram finalistas e ficaram sorrindo amareladamente quando se viram relegadas... :-) Hoje faço-lhes justiça, dou-lhes algum protagonismo. São outras maravilhas!

As cores e a garridice da Ribeira do Porto!


Gravuras rupestres de Foz Côa, um milagre de conservação.
Uma viagem no tempo. Uma observação comovida e respeitosa.

As árvores no Outono! Festival de cor. Variação. Festa de despedida...

Céu, nuvens, a terra vista do ar!...

4 Comments:

Blogger PALAVRAPUXAPALAVRA said...

Tens razão, fizeste bem em mostrar estas fotografias, são também uma maravilha, mas a escolhida para o Fotodicionário era a mais bonita.

dezembro 06, 2006 9:32 da tarde  
Blogger Te said...

Gostei de passar por aqui e de ver que a minha cidade (Porto) continua a ser muito apreciada.
É uma iniciativa mt interessante e obrigada por dar continuidade ao que é belo e simples do nosso país e de cada um de nós.
Te :)

dezembro 06, 2006 11:11 da tarde  
Blogger Irene said...

Parabéns! Tens talento! Cada uma mais bonita! A das nuvens agradou-me especialmnete por duas razões:
1ª porque é um dos meus estados favoritos :)
2ª porque me lembra o desafio: vencer a minha acrofobia que, no entanto, nunca me impediu de viajar de avião, pois, felizmente, o fascínio das viagens ganha sempre a aposta.

dezembro 07, 2006 1:43 da manhã  
Blogger henry said...

gosto do teu Festival de cor outonal

e da terra vista do ar.
no último caso tenho um prazer especial em andar nas nuvens de vez em quando!.

:-)

dezembro 07, 2006 3:12 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home