25.5.06

Página 94: «Douro: Pizzicato e Chula»


Palavras

Que queres, Douro, de mim?
Não posso senão palavras,
geralmente bisonhas
(ainda quando em ebulição).

Rilho como um osso rijo
demais para os meus dentes decadentes
o desconcerto de me ver em pleno rio
— eu, que não sei nadar! –
a opor palavras contrafeitas
aos ruídos que salteiam este sítio
tão alegremente:

água a chofrar nas ilhargas do barco,
algum pássaro insurrecto ao silêncio
gritando pelo céu fora,
marulhar de vento
naquele renque de choupos.

Com tanto rumor nativo,
com tanto rumor sadio
— para que diabo, Douro, quererás
as intrusas
palavras inquinadas do poeta?
A. M. Pires Cabral

fotografia de Carlos Sampaio

PRÉMIO D. DINIS
O Prémio D. Dinis 2006 foi atribuído, por unanimidade,

ao escritor António Manuel Pires Cabral, pelo seu livro "Douro: Pizzicato e Chula".

Prémio Literário instituído pela Fundação da Casa de Mateus em 1980 e atribuído a uma obra de poesia, ensaio ou ficção, publicada no ano anterior ao da atribuição do prémio.

Foi atribuído pela primeira vez em 1981.

2 Comments:

Blogger sem cantigas said...

já rilhava qq coisa...

maio 25, 2006 10:41 da tarde  
Blogger Poesia Portuguesa said...

Ah... tenho esse livro que por acaso me foi oferecido...

Grata por me lembrares...

Bj :)

agosto 15, 2006 8:53 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home