19.2.06

Página 67: Passada

Não sei se o terreno é firme,
Se o passo é certo,
Nem sequer se há viagem.
Parto, talvez.
Porque a vida é isso:
Uma errância, ao sabor da vontade.

14 Comments:

Blogger sem cantigas said...

se não tens vertigens avança! e umas boas botas para qualquer eventualidade de piso...
:-))

fevereiro 19, 2006 10:24 da manhã  
Blogger pirata vermelho said...

uma errância ao sabor da circustância
digoeu

fevereiro 19, 2006 1:42 da tarde  
Blogger Carlos Barros said...

uma errância ao sabor do possivel... mesmo que a errância esconda um sonho!!

fevereiro 19, 2006 10:41 da tarde  
Blogger Elipse said...

Errância e vontade são coisas em relação de paradoxal. Mas possíveis, embora estranhas. Serão charlas?

fevereiro 19, 2006 11:17 da tarde  
Blogger Elipse said...

... e a relação não é de paradoxal, mas de paradoxo. Ou não?

fevereiro 19, 2006 11:18 da tarde  
Blogger antimater said...

O Tempo é uma inexistência!

.o)

(quem dá e volta a tirar ao inf....)

fevereiro 20, 2006 12:14 da manhã  
Blogger pirata vermelho said...

de súbito...

uma ideia...!
peregrina
e se voltasses a escrever ideias,
à la place de murmúrios?
e se olhasses o quotidiano,
à la place do sentimento adolescente?


corrias o risco de ficar mais gira

fevereiro 20, 2006 12:23 da tarde  
Blogger pirata vermelho said...

é que já cansa, esta lengalenga dos amours qu'on attend...

o proust, acerca disso, disse tudo



(desculpa o comentário. parece-me de bem...)

fevereiro 20, 2006 12:25 da tarde  
Blogger sem cantigas said...

parabéns M. a irritação do pirata toma novos contornos!
que ela tem talento só agora descobriu...!
o resto é ciúmes...!

fevereiro 20, 2006 1:58 da tarde  
Blogger pirata vermelho said...

...ja, Ich auch werden nicht sprechen Deutsch mit Sie wieder

fevereiro 20, 2006 3:47 da tarde  
Blogger pirata vermelho said...

pero, a ti, te hablo en español ó an l mirandés que es proximo

fevereiro 20, 2006 3:49 da tarde  
Blogger pirata vermelho said...

vi isto, dito por ti

'E, em Setembro, aldeia, "bendimas". Férias graaaannndes...'

qual aldeia?

fevereiro 20, 2006 4:23 da tarde  
Blogger Maria Manuel said...

Uma aldeia pousada e estendida ao longo da crista de uma fralda da serra.
Uma aldeia que escorre nos socalcos da minha memória.
Essa aldeia.

fevereiro 21, 2006 6:03 da tarde  
Blogger Maria Manuel said...

Fala na língua que quiseres porque, ainda que não a entenda, saberei que falaste... e isso tem significado.

fevereiro 21, 2006 6:06 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home