11.8.06

Página 99: Acercar



Cerca. Forma frágil, tosca, pueril. Sinal subtil, mas claro e sério do limite. Entre! Saia! Afaste ou pule! Mas saiba que o território que pisa não é terra de ninguém.

7 Comments:

Blogger Menina_marota said...

Belas imagens...

"...Mas saiba que o território que pisa não é terra de ninguém."

Gostei deste post, diz tanto...

agosto 15, 2006 8:45 da manhã  
Blogger Carlos Sampaio said...

Não é terra de ninguém?
E se for terreno baldio?

agosto 15, 2006 11:36 da tarde  
Blogger Mónica said...

que névoa misteriosa se acercou...

carlos sampaio: baldio com cerca? é para inaugurar o uso capeão...

agosto 16, 2006 9:34 da manhã  
Blogger Maria Manuel said...

Carlos, terreno baldio pertence à Freguesia...

Mónica, até esperei um pouco pelo Sebastiãozinho!!

agosto 23, 2006 1:36 da manhã  
Blogger Mónica said...

e veio??...

agosto 24, 2006 9:27 da tarde  
Blogger Maria Manuel said...

Nã! Gosta de se fazer esperar. Ainda por cima sabe que se viesse tínhamos que arranjar outro mito...! Já nos arranjou uma carga de trabalhos uma vez, não nos quer arranjar outra!! :-)

agosto 25, 2006 10:03 da tarde  
Blogger Mónica said...

ui esse cá pra mim morreu mesmo, a lenda foi para calar a boca ao povo

agosto 26, 2006 3:34 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home